Por tamara.coimbra

Rio Grande do Sul - Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas em um tiroteio registrado na madrugada desta segunda-feira em uma boate na Avenida Princesa Isabel, no bairro Santana, em Porto Alegre (RS), segundo fontes oficiais. A troca de tiros foi atribuída pela Brigada Militar a uma disputa entre gangues rivais que coincidiram de estar no mesmo baile funk, na Stuttgart Danceteria.

Entre os feridos, alguns com perfurações de bala e outros com lesões provocadas por quedas e golpes durante a correria durante o tiroteio, 13 foram encaminhados ao Hospital Pronto Socorro e outra pessoa se negou a ser atendida. O estado de saúde deles ainda não foi confirmado.

Tiroteio aconteceu dentro de boate no Rio Grande do SulReprodução / RBS TV

Segundo a polícia, o tiroteio foi iniciado por três homens que entraram na boate às 3h30 (horário de Brasília) disparando indiscriminadamente contra as pessoas que estavam no local.

Apesar dos atiradores terem fugido imediatamente, a polícia prendeu dois homens que estavam em um carro, próximo ao local do incidente, e que atiraram quando os agentes se aproximaram. Os investigadores suspeitam que ambos estão relacionados ao tiroteio.

Outras três pessoas foram detidas e acusadas de terem participado da troca de tiros, mas a polícia não esclareceu as circunstâncias em que ocorreram as detenções nem a relação dos presos com o incidente.

Os proprietários da boate esclareceram que todos os clientes são rigorosamente revistados na porta para evitar a entrada de armas, mas que os atiradores que iniciaram o ataque renderam um dos seguranças antes de invadir o estabelecimento.

As armas usadas pelos integrantes da gangue que reagiu ao ataque aparentemente entraram na boate dentro da bolsa de uma mulher, que as distribuiu dentro do estabelecimento. As câmeras de segurança da casa noturna não estavam funcionando.

Você pode gostar