Autor de chacina no Piauí afirma que intenção era matar 20 pessoas

Na residência onde foi preso, Clewilson Vieira tinha uma submetralhadora com a numeração raspada

Por O Dia

Momento da prisão de Clewilson VieiraDivulgação / Polícia Militar

Piauí - Clewilson Vieira, de 34 anos, confessou ser o autor da chacina na comunidade rural de São Miguel do Tapuio, Norte do Piauí, que deixou cinco pessoas mortas. Em depoimento à polícia, o homem disse que pretendia matar 20 pessoas.

Entre os mortos está a mulher de Clewilson. Segundo o homem, o motivo do crime seria uma traição e um abaixo-assinado que tinha o objetivo de expulsá-lo da comunidade Palmeira de Cima.

De acordo com o delegado Francisco Barêtta, Clewilson confessou que matou a mulher por ciúme e pretendia cortar o órgão genital do vizinho que mantinha um caso com a mulher. Como não o encontrou, acabou matando o irmão do homem.

Na tarde desta quinta-feira, Clewilson Vieira foi encontrado escondido em uma casa, após quase uma semana foragido. Quando foi abordado pelos policiais, ofereceu resistência, mas acabou se entregando após negociações.

Na residência, o assassino tinha uma submetralhadora com a numeração raspada. Segundo o delegado, a arma é de uso restrito e o homem vai ser autuado por porte ilegal de armas.

Últimas de _legado_Brasil