Vereador é expulso após vídeo de sexo

PSB decide afastar filiado depois de imagens dele com duas adolescentes

Por O Dia

O Diretório Estadual do Partido Socialista Brasileiro no Amazonas (PSB) decidiu ontem expulsar do partido o vereador Jadson de Oliveira Martins. Ele teria gravado vídeos de sexo com duas adolescentes, de 15 e 16 anos. Segundo o presidente regional do PSB, Marcelo Serafim, as atitudes do parlamentar são incompatíveis com regimento interno do partido. A Câmara Municipal de Apuí, que fica a 435 quilômetros de Manaus, já determinou a instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso.

A expulsão do vereador foi anunciada após reunião do diretório do PSB, realizada na sede do partido, no Centro de Manaus. “Decidimos que as atitudes do vereador foram incompatíveis com o código de ética e com o regimento interno. Nossa parte foi feita, caberá a Justiça fazer a investigação”, disse Serafim.

O pedido de exclusão Jadson já foi encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O partido espera ainda que as investigações da Câmara Municipal de Apuí levem à cassação do mandato do vereador.

Segundo a Polícia Civil, os vídeos do vereador em cenas de sexo com duas menores de idade são verdadeiros. Após laudo policial, foi confirmado que não houve nenhuma edição e modificação nas imagens. As investigações sobre o caso devem ser concluídas até o fim deste mês.

A CPI para investigar o vereador foi aberta na segunda-feira à noite. A comissão de inquérito vai reunir provas e ouvir testemunhas durante os próximos 90 dias para verificar o envolvimento do vereador com as adolescentes.

Últimas de _legado_Brasil