Mulher oferecia as filhas em troca de bebida alcoólica

Mulher de 32 anos foi presa em flagrante na Bahia por permitir que filhas de 14, 11 e 10 anos fossem violentadas

Por O Dia

Rio - Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante, na última sexta-feira, na zona rural de Vitória da Conquista (Bahia), acusada de permitir o abuso sexual das filhas de 14, 11 e 10 anos, em troca de bebidas alcoólicas. Além de Rozilda Freitas Santos, mãe das menores, a polícia prendeu o padrasto das garotas e um vizinho da família.

De acordo com a Polícia Militar, Francisco de Jesus Santos, também de 32 anos, marido de Rozilda e padrasto das meninas, é acusado de concordar com os abusos sexuais.

Ainda segundo a polícia, esta não seria a primeira vez que a mãe permitiu que as filhas sofressem abusos em troca de bebida alcoólica.

Um tio das meninas foi quem ligou para a polícia e pediu ajuda, denunciando o crime. Quando os agentes chegaram à casa da família, o casal já estava embriagado.

Um outro homem, identificado como Dalmácio Freitas Souza, de 27, que morava próximo à casa das vítimas, também foi preso acusado de ter abusado das meninas e oferecido bebida alcoólica em troca para a mãe e o padrasto.

Os policiais constataram ainda que as três menores sofriam maus tratos. O padrasto e a mãe colocavam as garotas para dormir em um quarto junto com outros animais da família.

O Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) é o responsável pela investigação do caso.

Últimas de _legado_Brasil