PF prende 11 libaneses em SP acusados de tráfico internacional de drogas

Operação investigou organização criminosa de narcotraficantes liderada por libaneses residentes no Brasil

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quarta-feira, 11 pessoas investigadas na Operação Beirute. Uma pessoa ainda está foragida. Foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão nas cidades de Rio Claro (SP), São Paulo, Santos (SP) e Curitiba. A operação investigou uma organização criminosa de narcotraficantes liderada por libaneses residentes no Brasil desde julho de 2013.

Segundo a Polícia Federal (PF), desde o início da investigação, foram presas cinco pessoas e realizadas três apreensões de cocaína, totalizando 1,5 tonelada. Em uma delas, em 8 de julho na cidade de Ipeúna, interior de São Paulo, a PF apreendeu 1.180 quilos que estavam escondidos em uma carga de pisos de porcelanato que teria a Europa como destino. Foi a maior apreensão da droga em 2014, em todo Brasil.

A cocaína era comprada na Bolívia e remetida para o interior de São Paulo, onde era escondida em produtos exportados para países da África, da Europa e do Oriente Médio, por meio dos portos de Santos, em São Paulo, e Paranaguá, no Paraná. Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas de oito anos a 30 anos de reclusão.

Últimas de _legado_Brasil