Raquel Sheherazade divulga notícia falsa para tentar defender Bolsonaro

Jair Bolsonaro se dirigiu à parlamentar Maria do Rosário com ofensas machistas

Por O Dia

Rio - A jornalista do SBT Rachel Sheherazade não checou suas fontes e publicou uma notícia falsa de um site de humor como se fosse verdade, na tentativa de defender o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Após discurso da ex-ministra de Direitos Humanos Maria do Rosário (PT-RS), Bolsonaro se dirigiu à parlamentar com ofensas machistas. “Não saia não, Maria do Rosário, fica aí. Há poucos dias, tu me chamou de estuprador no Salão Verde, e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece".

LEIA MAIS: 

Bolsonaro insulta Maria do Rosário: 'Não lhe estupro porque você não merece'

Bolsonaro não se arrepende de ofensas e diz que suas palavras são sua 'arma'

Sheherazade divulga notícia falsa para tentar defender Jair BolsonaroDivulgação

Rachel Sheherazade se posicionou sobre o assunto e tentou defender Bolsonaro. Em seu blog, a apresentadora lembrou que essa não é a primeira vez que os parlamentares se desentendem e tratou de negar a responsabilidade de Bolsonaro no caso.

“Fica claro que a dona Maria começou a provocação e, quando instigou à ira o seu oponente, não aguentou o tranco. Sem mais argumentos, acabou se vitimizando depois do episódio”, afirmou, ao comentar uma discussão entre eles anos atrás.

Na publicação de Sheherazade, ela utilizou uma notícia falsa para expor sua opinião. No texto, a jornalista reproduziu uma nota do site de humor Joselito Muller que atribuiu à Maria do Rosário a frase “Quem cometer um crime contra um gay merece a pena de morte”. O site é conhecido por inventar histórias para ironizar fatos cotidianos da política.

Em um dos trechos da falsa notícia, dizia que a ex-ministra tentou despistar jornalistas fingindo estar em uma ligação. Porém, teria descoberto depois que o telefone era, na verdade, um controle remoto.

Últimas de _legado_Brasil