Funcionários da Volkswagem encerram greve que paralisou a empresa

Montadora readmitiu os 800 funcionários que haviam sido demitidos e aceitou reajuste salarial proposto pelo sindicato

Por O Dia

São Bernardo do Campo, SP - Os funcionários da fábrica da Volkswagem de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, encerraram a greve nesta sexta-feira, após a empresa aceitar readmitir os 800 funcionários que haviam sido demitidos no início do ano. A produção ficou paralisada durante os 10 dias da greve e apenas os setores administrativos e de desenvolvimento continuaram trabalhando. A fábrica voltará a funcionar a partir da próxima segunda-feira.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, além de readmitir os funcionários, a montadora aceitou a proposta de reajuste salarial seguindo o aumento da inflação em 2016. Em nota, a Volkswagem declarou que as partes chegaram a "uma proposta balanceada que possibilitará a adequação da estrutura de custos e efetivo da unidade".

Ainda segundo a empresa, "o resultado contempla a continuidade dos mecanismos de adequação de efetivo por meio de Programas Voluntários, com incentivo financeiro, e também 'desterceirizações' temporárias para alocação de parte do excedente de pessoal, entre outras medidas. Além disto, assegura a vinda de uma nova plataforma mundial de produto e modelos, solidificando as bases de um futuro sustentável para a Unidade Anchieta”.

A paralisação começou na última terça-feira, dia 6, quando a montadora anunciou a demissão de 800 funcionários. Mesmo dia em que cerca de 11 mil empregados voltavam de férias remuneradas de 30 dias. Em solidariedade aos funcionários demitidos, outros trabalhadores decidiram paralisar a produção. Na última segunda-feira, uma passeata chegou a fechar parte da rodovia Anchieta, importante via que liga o litoral à capital paulista.

Últimas de _legado_Brasil