'Ele atirou para assustar', diz advogado de PM que baleou surfista

Ricardo dos Santos morreu nesta terça-feira, aos 24 anos, depois de levar três tiros disparados por um policial com quem discutiu

Por O Dia

Santa Catarina - Depois de alegar legítima defesa do policial militar Luis Paulo Mota Brentano, que baleou - e matou - o surfista Ricardo dos Santos, 24 anos, na segunda-feira, o advogado do PM, Gilson Schelbauer, reforçou, nesta quarta-feira, a versão de seu cliente. "Ele não tinha a intenção de matar, de tirar a vida do rapaz, atirou para assustá-lo", declarou a defesa.

"Foi uma reação rápida. Se tivesse visto que o Ricardinho tinha sido atingido, teria chamado o socorro. Quando o policial atirou, o Ricardinho não gritou e não parou (de agir). Por isso, disparou e foi embora", afirmou o advogado à reportagem do Jornal do Almoço, da RBS TV.

Ricardinho ganhou o prêmio de onda da temporada havaiana%2C em 2013Reprodução Instagram

Ricardinho foi baleado por volta das 8h50 desta segunda-feira, na praia da Guarda do Embaú, no município de Palhoça, pelo PM, que passava férias no local. Segundo informações de testemunhas, o surfista foi atingido por três tiros após uma discussão com o militar. O soldado autor dos disparos diz que agiu em legítima defesa. Ele sustenta que o surfista e outro homem teriam o ameaçado com um facão em uma discussão por causa do lugar em que estava parado com o carro, na Guarda do Embaú.

Velório de Ricardo dos Santos reúne familiares e comunidade do surfe

Morre o surfista Ricardo dos Santos, baleado com três tiros em Santa Catarina

O advogado diz ainda que Brentano confessou ter ingerido bebida alcoólica no dia, mas garantiu que não estava embriagado. De acordo com Schelbauer, ele se colocou à disposição da polícia para auxiliar nas investigações.

Ainda segundo o advogado, foi o próprio Brentano que ligou para o comandante e relatou o que havia acontecido. No entanto, testemunhas já haviam acionado a PM e anotado a placa do carro de Brentano. Quando o policial chegou a casa onde estava hospedado, os policiais o prenderam em flagrante.

Últimas de _legado_Brasil