Praticantes de rapel morrem ao fugir de ataque de abelhas no Rio Grande do Sul

Vítimas sofreram queda e uma delas caiu de altura de cerca de 50 metros; outros cinco sobreviventes ficaram feridos

Por O Dia

Rio - Dois homens morreram neste sábado enquanto praticavam rapel em Maquiné, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. De acordo com a Brigada Militar, as vítimas foram atacadas por abelhas em uma região de mata fechada, e, na tentativa de fugir do enxame, sofreram um acidente por volta das 15h deste sábado. Eles estavam em um grupo com mais cinco pessoas, que ficaram feridas. 

Em entrevista concedida ao Zero Hora, o advogado Gomercindo Daniel Filho, 61 anos, amigo de membros do grupo Schuster Adventures (que fazia o rapel), eles se preparavam para descer uma cascata de 130 metros de altura. Ao serem atacados pelas abelhas, uma das vítimas teria cortado a corda do equipamento. Já o outro homem desceu a mata de forma brusca e não acionou os freios. Já os outros cinco, conseguiram descer, mas caíram nas pedras.

Segundo informações do grupamento aeromédico do Samu, que participou do resgate, um dos homens caiu de cerca de 50 metros e morreu na hora, devido às fraturas. A outra vítima teria tido a queda amortecida e permaneceu viva por algumas horas, mas faleceu ainda na noite de sábado.

Os corpos das duas vítimas foram removidos pelo Batalhão de Aviação da Brigada Militar.

Últimas de _legado_Brasil