AVC mata a irmã de Chorão

Tânia estaria tensa por causa de briga com filho do cantor, que parou de dar mesada à avó

Por O Dia

São Paulo - Menos de dois anos após a morte do cantor Chorão, da banda Charlie Brown, outra tragédia abalou a família: sua irmã, Tânia Wilma Abrão, sofreu um AVC, foi internada sábado de madrugada, entrou em coma e não resistiu. Tânia tinha 55 anos e era muito presente na vida de Chorão, que morreu de overdose em março de 2013.

Tânia em foto numa rede social%3A fortes dores de cabeça antes da morteReprodução Internet

“Que Deus ampare toda a família e, em especial, a ‘Vó Nilda’, que perdeu o segundo filho em menos de dois anos. É dor demais para uma família”, disse a apresentadora de TV Sônia Abrão, prima de Tânia.

Segundo Elias Abrão, irmão de Sônia, Tânia sentia-se muito incomodada por conta de um problema familiar envolvendo o filho de Chorão, Alexandre, que parou de dar a mesada que Dona Nilda, de 77 anos, recebia do filho famoso. Com o dinheiro, a avó comprava remédios. Alexandre também se negou a passar o apartamento em que ela morava para o nome de Dona Nilda. Segundo o primo, Alexandre dizia que o apartamento passou a ser seu após a morte de Chorão, que não fez testamento.

“Como era advogada, Tânia tomou a decisão de entrar com uma ação na Justiça contra Alexandre, e estava muito incomodada com isso”, relata Elias Abrão. “Ela ficava monitorando. Cada dia que surgia algo novo, ela ficava mais tensa. Aí não aguenta mesmo.”

O desentendimento da família de Chorão com Alexandre era tão flagrante que o irmão do roqueiro e seu tio, Ricardo Abrão, postou numa rede social, no dia 25 de dezembro, uma série de críticas a ele. No post, Ricardo diz que o perdoa “por você ser um cara sem noção, não dar valor aos reais valores da vida e deixar para trás seu próprio pai.” Tânia será enterrada hoje, às 9h, em Santos.

Últimas de _legado_Brasil