Por victor.duarte

São Paulo - Uma jovem identificada como Nathália de Souza Santos, de 17 anos, sofreu queimaduras de 3º grau nas pernas e no umbigo em um trote de faculdade, em Adamantina, a 594 km de São Paulo. A estudante foi atingida por um líquido ácido jogado por alunos veteranos no início das aulas da FAI (Faculdades Integradas Adamantinenses).

O caso ocorreu nesta segunda-feira e foi registrado na Polícia Civil como lesão corporal. A Delegacia de Defesa da Mulher será responsável pela investigação. De acordo com o relato da tia da vítima, Sueli Aparecida Dias, por volta das 19h30 um grupo de jovens jogou o líquido em Nathália e em outros alunos que estavam na porta da faculdade esperando para participar da primeira aula do curso de pedagogia.

Estudante tem as pernas queimadas em trote de faculdade no interior de SParquivo pessoal

A jovem foi atendida na Santa Casa de Araçatuba, onde foi informada que o líquido jogado nela poderia ser creolina misturada com algum tipo de ácido. Nathália afirmou que já estava preparada para o trote e que começou a sentir as pernas arderem quando entrou em contato com a água da chuva.

A faculdade disse que incentiva o "trote solidário" e que reforça a segurança interna do campus com equipes especializadas. Em nota, a FAI afirma que "caso seja constatado que os responsáveis pelo ato violento são alunos veteranos, a FAI tomará as medidas administrativas cabíveis, de acordo com o seu regimento interno, que podem culminar na expulsão desses indivíduos de seu quadro de discentes".

Nathália relatou que não conseguiu identificar os autores do trote e que está pensando em abandonar o curso de pedagogia, já que está tendo dificuldade para se locomover.

Você pode gostar