Por thiago.antunes

São Paulo - A garçonete Marinalva Oliveira, de 39 anos, foi morta na madrugada desta segunda-feira , no bairro Vila Pirajussara, em São Paulo, por uma bala perdida durante tiroteio entre policiais e assaltantes. Ela ia do trabalho para casa na garupa da moto de uma amiga quando foi ferida.

A outra mulher também foi atingida e até a noite desta segunda estava internada num hospital da região. Dois policiais foram feridos durante o tiroteio.

A Polícia Militar informou que por volta das 3h recebeu denúncia de que ladrões se preparavam para explodir caixas eletrônicos no Campo Limpo. Quando os policiais chegaram ao local, os homens fugiram e foram perseguidos. Na Vila Pirajussara, houve o tiroteio que matou Marinalva.

Bebê morto na Bahia

Na noite de domingo, Ester Evelin Souza Santos, de 1 ano, morreu, atingida por uma bala perdida na cabeça, no colo da mãe na cidade de Lauro de Freitas. A mulher contou que passava com a filha por uma praça quando começou um tiroteio.

Você pode gostar