Por tamara.coimbra

Bahia - Um professor foi executado na frente da filha após homens armados invadirem a residência do docente e o confundirem com um traficante que teria entrado na casa dele durante uma perseguição. Ao menos três homens participaram do caso que ocorreu na noite desta segunda-feira, no município de Diário Meira, região Sudoeste da Bahia.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos estavam perseguindo um traficante, que na hora da fuga entrou na casa de Antônio Brito e pulou o muro do quintal do vizinho. Com isso, os três homens invadiram a casa. No caso, a vítima tinha entrado no quarto, quando eles arrombaram a porta e mataram Antônio na frente da filha.

A polícia relatou ainda que o crime ocorreu quando o professor se arrumava para jogar bola com os amigos, e como ele estava sem blusa e com um short azul, mesma roupa que o traficante usava, o engano ocorreu. Além disso, os agentes disseram que ambos tinham a mesma aparência física e cor da pele, o que facilitou o equívoco.

Antônio Brito chegou a ser socorrida por vizinhos para o Hospital Prado Valadares, em Jequié (BA), mas não resistiu. O professor trabalhava na rede municipal de Dário Meire. O enterro estrá marcado para acontecer as 17h desta terça-feira, no cemitério municipal da cidade.

De acordo com os agentes, os suspeitos ainda não foram identificados. A polícia investiga o caso.

Você pode gostar