Por tiago.frederico

Brasília - A Secretaria de Portos autorizou a Ecoporto Santos, empresa do grupo Ecorodovias que oferece serviços de logística na margem direita do Porto de Santos, a realizar investimentos não previstos de 142 milhões de reais.

A autorização para o investimento não previsto no contrato de arrendamento entre a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) e a Ecoporto Santos, foi concedida em portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Os investimentos serão realizados por conta e risco da Ecoporto Santos, sendo que a autorização não garante à companhia o direito a reequilíbrio econômico-financeiro, segundo a portaria.

Você pode gostar