CGU abre processo contra mais 10 empreiteiras investigadas na Lava Jato

Em caso de responsabilização, as empresas notificadas poderão ser multadas e impedidas de fechar novos contratos

Por O Dia

Rio - O ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Simão, determinou, nesta quarta-feira, a abertura de processos administrativos de responsabilização contra 10 empresas envolvidas na Operação Lava Jato. Alumni Engenharia, GDK, Promon Engenharia, Andrade Gutierrez, Fidens Engenharia, Sanko Sider, Odebrecht, Odebrecht Óleo e Gás, Odebrecht Ambiental e SOG Óleo e Gás receberão notificação da Justiça nos próximos dias.

A determinação foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta. Em caso de responsabilização, as empresas notificadas poderão ser multadas, impedidas de fechar novos contratos e penalizadas legalmente. Ainda há a possibilidade de nova abertura de processos contra empresas diferentes pelo envolvimento na escândalo da Petrobras.

A CGU já havia instaurado processos administrativos de responsabilização contra outras oito empresas, em dezembro do ano passado, por envolvimento nas investigações da Lava Jato. Foram elas: Camargo Corrêa, Engevix, Iesa, Galvão Engenharia, Mendes Junior, OAS, Queiroz Galvão e UTC-Constran.

Últimas de _legado_Brasil