Perfil de Dilma na Wikipedia é editado e sugere fim do mandato

Alterações podem ter sido realizadas a partir de computadores do STF ou do TRF, ambos em Brasília

Por O Dia

Brasília - O perfil em inglês da presidenta Dilma Rousseff na Wikipedia foi alterado nesta terça-feira a partir da rede de Internet do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, de acordo com o perfil no Twitter do Brasil WikiEdits. As informações divulgam que ela deixará o cargo ainda este ano, sendo substituída por seu vice, Michel Temer. 

O Brasil WikiEdits é feito por cidadãos que monitoram as alterações na Wikipedia realizadas por computadores do Senado, STF, Câmara e outros órgãos públicos. Eles também disponibilizam o endereço de IP da máquina que fez as alterações.

Na imagem, retirada da Wikipedia, aparece a modificação no tempo de permanência do mandato, que foi alterada de "2011 - present" (tempo vigente) para "2011 - 2015" (fim do mandato). Nenhum dos dois órgãos confirmaram o fato.

Saiba: Para Dilma, onda de protestos não pode servir a 'terceiro turno'

Perfil de Dilma sofreu modificações por computadores de órgão públicoReprodução Internet

Manifestações populares 

A alteração ocorre em um ano difícil em meio a pedidos de impeachment e manifestações. Está marcada para o próximo domingo uma manifestação que a saída de Dilma do governo. Mais de 15 mil pessoas já confirmaram presença no evento criado na rede social Facebook.

Nesta segunda-feira, Dilma comentou que a sociedade brasileira está amadurecida e não vai aceitar "rupturas democráticas". Ela diz não haver motivos de impeachment ao seu mandato.

No último domingo, enquanto Dilma discursava em cadeia nacional de rádio e TV, vaias, panelas batendo e muitos gritos foram ouvidos em diversos pontos do país, incluindo Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia e Curitiba. A presidenta falou sobre a crise econômica pela qual o país passa e pediu aos brasileiros que tenham paciência.

"Desconhecer que há uma sentimento de tamanha indignação na sociedade é desconhecer a realidade", afirmou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) à Folha de SP no mês passado. No entanto, o senador diz que o impeachment da presidenta "não está na pauta do PSDB".

Leia: PT afirma que 'panelaço' contra Dilma durante pronunciamento fracassou

Leia: 'Impeachment de Dilma não está na pauta do PSDB', diz Aécio Neves




Últimas de _legado_Brasil