Por clarissa.sardenberg
Publicado 16/03/2015 19:48 | Atualizado 16/03/2015 20:40

Rio - O Ministério Público Federal (MPF) denunciou 27 pessoas nesta sexta-feira por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, entre eles o tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), João Vaccari Neto e o ex-diretor da Petrobras Renato Duque. Os procuradores Roberson Pozzobon e Deltan Dallagnol falaram sobre o caso em entrevista coletiva na tarde desta segunda. "O fenômeno da corrupção é pluripartidário", declarou Dallagnol.

"Hoje a corrupção é um crime de baixo risco. (...) Nesse sentido já há uma experiência bem sucedida que é a de Hong Kong", concluiu o procurador Dallagnol a respeito do que pôde observar dos crimes de corrupção no Brasil.

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, o ex-gerente de Serviços Pedro Barusco e o doleiro Alberto Youssef também foram denunciados na décima fase da Operação Lava Jato. Renato Duque foi preso na manhã desta sexta-feira, quando a décima fase da operação foi deflagrada.

Vaccari Neto foi denunciado com colaborações de Augusto Mendonça, Pedro Barusco, Julio Camargo, Alberto Youssef. De acordo com um dos delatores da operação, Vaccari arrecadou até US$ 200 milhões para o PT. A força-tarefa informou que Vaccari e Duque se encontravam com regularidade para "acertar os devidos valores".

De acordo com um dos delatores da operação, Vaccari arrecadou até US$ 200 milhões para o PTAgência Brasil

Dos denunciados, quinze são de empreiteiras, cinco são operadores, quatro têm ligações com operadores, dois são ex-diretores da Petrobras e um  é ex-gerente.

Renato Duque enviou dinheiro para os Estados Unidos, Hong Kong, Suíça, Bahamas, Panamá, Principado de Mônaco e outros. Já foram expedidos 35 pedidos de cooperação internacional. Os depósitos no Principado de Mônaco foram realizados antes da Lava Jato e no curso dela, no intuito de ocultar seu patrimônio.

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto na tarde desta sexta-feira, a presidente Dilma Roussef disse que não acredita que a prisão de Duque e Vaccari Netto possam contribuir para a impopularidade do PT. "Tratamos como o seguinte: querem investigar, podem investigar. O que vale para todo mundo vale para qualquer um", disse Dilma.

Os 27 denunciados são:

-Adir Assad
-Agenor Franklin Magalhães Medeiros
-Alberto Elísio Vilaça Gomes
-Alberto Youssef
-Ângelo Alves Mendes
-Augusto Ribeiro de Mendonça Neto
-Dario Teixeira Alves Júnior
-Francisco Claudio Santos Perdigão
-João Vaccari Neto
-José Aldemário Pinheiro Filho
-José Américo Diniz
-José Humberto Cruvinel Resende
-Julio Gerin de Almeida Camargo
-Lucélio Roberto Von Lehsten Góes
-Luiz Ricardo Sampaio de Almeida
-Mario Frederico Mendonça Góes
-Marcus Vinícius Holanda Teixeira
-Mateus Coutinho de Sá Oliveira
-Paulo Roberto Costa
-Pedro José Barusco Filho
-Renato de Souza Duque
-Renato Vinícios de Siqueira
-Rogério Cinha de Oliveira
-Sérgio Cunha Mendes
-Sonia Mariza Branco
-Vicente Ribeiro de Carvalho
-Waldomiro de Oliveira



Você pode gostar