Homem se recusa a pôr disco para tocar em bar e é morto a tiros

Suspeito teria se irritado com o estilo musical da vítima

Por O Dia

Paraíba - Um homem foi assassinado em um bar na última sexta-feira, na cidade de Paulista, no Sertão da Paraíba, por se recusar a colocar uma música para tocar no aparelho de som de seu carro.

De acordo com a polícia, Marcelo de Lucena Farias, de 27 anos, foi morto a tiros por um homem, identificado como José Justino Santos Filho, de 37, que teria se irritado com o estilo musical do rapaz .

Marcelo de Lucena Farias foi baleado no tórax e na barrigaReprodução Facebook

Segundo a Polícia Militar, José Justino chegou ao bar com um CD na mão e pediu para que Marcelo, que escutava uma outra música no carro, colocasse o disco para tocar. Após a recusa, os dois discutiram e o suspeito, que estava armado, atingiu a vítima com tiros na barriga e no tórax.

A população, indignada com o crime, chegou a deter José Justino e a agredi-lo antes da chegada da polícia. O revólver de calibre 38, usado para matar Marcelo, foi apreendido e o suspeito foi levado para a delegacia de São Bento, cidade próxima a Paulista, onde foi autuado por homicídio, e depois seguiu para o presídio de Catolé do Rocha, na mesma região.

Suspeito foi levado para a delegacia e autuado por homicídioDivulgação / Polícia Militar

Antes do enterro de Marcelo, no último sábado, amigos e parentes dele fizeram uma caminhada de protesto pela cidade, pedindo justiça. No Facebook, pessoas próximas à vítima prestaram homenagens e lamentaram a morte do rapaz.

Últimas de _legado_Brasil