Por fernanda.macedo

Madri - O embaixador do Brasil na Espanha, Paulo de Oliveira Campos, disse nesta quinta-feira em Madri que, embora as relações entre Espanha e Brasil sejam "muito boas, poderiam ser melhoradas" e confiou que esse objetivo será reforçado com a próxima visita do vice-presidente, Michel Temer.

Oliveira pronunciou estas palavras em um café da manhã de correspondentes internacionais organizado pelo Centro Internacional de Imprensa e Reportagem e falou da próxima visita à Espanha do vice-presidente Temer, que ocorrerá entre 22 e 24 de abril.

Objetivo de melhorar relações com Espanha será reforçado com presença de TemerEfe

Temer visitará a Espanha acompanhado por alguns ministros e um grupo de empresários e se reunirá com autoridades e representantes de empresas espanholas. O embaixador também disse que "espera" que possa ocorrer uma visita do presidente espanhol Mariano Rajoy ao Brasil em 2015.

Oliveira lembrou a importância do investimento espanhol em seu país, já que "quase todas as empresas do Ibex 35 (principal indicador da bolsa espanhol)" estão presentes ali. O embaixador disse que em 2013, o Brasil foi o segundo destino de investimento estrangeiro espanhol. "A Espanha se consolidou no Brasil como uma importante fonte de investimento e troca empresarial e cada vez é mais importante como parceiro comercial. Para as empresas espanholas, o Brasil representa um mercado chave", assegurou.

O representante brasileiro na Espanha, que ocupa seu cargo há seis anos, lamentou o escândalo de corrupção da Petrobras. "Todos os brasileiros têm a sensação de engano com esta empresa. Achávamos que a Petrobras era uma empresa bem manuseada", ressaltou.

Em matéria de educação, Oliveira mencionou o programa Ciências sem Fronteiras, uma iniciativa do governo da presidente Dilma Rousseff que concede bolsas de estudos para fazer cursos nas principais universidades do mundo e que já receberam 4,4 mil estudantes brasileiros na Espanha.

Você pode gostar