Filho de Eduardo Campos descarta carreira política: 'Não sinto necessidade'

João Campos afirma que prioridade é concluir faculdade

Por O Dia

Rio - Dois dos quatro filhos de Eduardo Campos (morto em agosto de 2014) participaram, na noite de domingo, de uma homenagem ao pai durante o Fórum de Líderes Empresariais (promovido pelo Lide em Comandatuba, litoral baiano).

João Henrique e Maria Eduarda representaram a família. Renata, a mãe, que era esperada no evento, ficou no Recife para cuidar do filho caçula, Miguel, em recuperação após ter sido submetido a uma pequena intevenção cirúrgica.

João e Maria Eduarda Campos representaram a família do ex-governador de PE no eventoPaulo Pacheco / IG

João, de 21 anos, é apontado como sucessor político de Eduardo Campos. Em discurso, o rapaz, muito emocionado, lembrou do apoio e da comoção nacional na época da tragédia que matou seu pai, então candidato do PSB à presidência da República.

Ao final do evento, João, que ficou o tempo todo acompanhado da irmã Maria Eduarda, estudante de arquitetura de 22 anos, foi cercado em diferentes momentos por empresários e políticos. Sempre muito gentil, o estudante de engenharia civil agradeceu as palavras sobre o pai.

Ao iG, João frisou ser prematuro pensar em uma carreira política. "Tenho só 21 anos. Primeiro tenho de me preocupar em terminar minha faculdade. Me formo no ano que vem", disse ele. "Sempre tive uma rotina de viagens pelo interior do meu Estado [Pernambuco] com o meu pai e isso continuo fazendo sempre que posso. Mas, por enquanto, não sinto a necessidade de ir além disso. O Estado de Pernambuco está em boas mãos com o Paulo [governador de Pernambuco] e Geraldo Júlio [prefeito do Recife]." Ambos os políticos citados por João são do PSB, partido da família Campos.

*Reportagem de Paula Pacheco - De Comandatuba (BA)*

Últimas de _legado_Brasil