Por karilayn.areias

São Paulo - O homem que assaltou uma equipe da TV Tribuna, afiliada da Rede Globo na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, durante uma transmissão ao vivo, na última terça-feira, se entregou. Luan do Nascimento da Silva, de 21 anos, confessou o crime e diz estar arrependido. Ele se apresentou na Delegacia Sede de Guarujá, em São Paulo, na noite de sexta-feira.

Luan (de cabeça baixa) com policiais da Delegacia Sede de GuarujáReprodução

A jornalista Tatyana Jorge fazia uma entrevista ao vivo, em frente à prefeitura, com o diretor de Vigilância em Saúde da cidade, Marco Antônio Chagas, quando Silva chegou de bicicleta, armado, derrubou a câmera do cinegrafista Alfredo Neto e exigiu que todos entregassem seus pertences. Com a queda do equipamento, a transmissão foi encerrada. O assaltante fugiu levando celulares, relógios e uma corrente da equipe e do entrevistado.

Pai de Luan, o aposentado Antonio da Silva, de 50 anos, que o acompanhou à delegacia, chorou ao falar à imprensa. “Eu sinto muito pelas vítimas, peço perdão a elas. Eu e a mãe dele não aprovamos o que aconteceu. Quero que Deus abençoe todos os repórteres, para que nada de mal aconteça com eles. Sei que é um trabalho difícil”, declarou. Luan disse que cometeu o roubo porque estava desempregado e tinha que pagar uma dívida de drogas.

Você pode gostar