Cinco ex-PMs acusados por morte de jovem têm prisão domiciliar revogada

Eles foram levados à Delegacia Seccional nesta quarta-feira e devem ser transferidos para um Centro de Detenção Provisória

Por O Dia

São Paulo - Os cinco ex-policiais militares acusados de participação na morte do adolescente Joab Gama das Neves, em Campinas, interior de São Paulo, tiveram a prisão domiciliar revogada pela Justiça. Eles foram levados à Delegacia Seccional na manhã desta quarta-feira e devem ser transferidos, nesta tarde, para um Centro de Detenção Provisória (CDP) na capital paulista.

Para o Ministério Público, a morte do jovem de 17 anos, no Jardim Nova América, é a primeira da sequência com 12 vítimas em janeiro do ano passado. As prisões dos ex- PMs ocorreram em fevereiro, após decisão da 2ª Vara do Júri, e à época eles chegaram a ser levados para um CDP, em São Paulo. Contudo, a prisão preventiva foi convertida em domiciliar na sequência, após recurso da defesa junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo.

LEIA MAIS: Policiais suspeitos de chacina em Campinas são presos

Cinco ex-PMs acusados por morte de jovem têm prisão domiciliar revogada Denny Cesare / Agência O Dia


Últimas de _legado_Brasil