Programa de TV do PT é alvo de 'panelaço'

Manifestação foi convocada pelas redes sociais por grupos contrários ao governo federal; Dilma não falou no vídeo

Por O Dia

Rio - O programa nacional do PT, exibido ontem à noite em rede nacional de televisão e rádio, foi alvo de protestos em bairros de capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador , Recife e Goiânia.

Lula falou no programa do PT Efe

Moradores de bairros dessas cidades fizeram “panelaço” durante a propaganda de dez minutos do PT, que exibiu discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contrário ao projeto da terceirização.O programa do PT não teve a participação da presidenta Dilma Rousseff, que apareceu apenas de relance nas imagens.

No Rio de Janeiro, moradores do Leblon, Flamengo, Botafogo, Copacabana, Laranjeiras, Jardim Botânico, Lapa, Vila Isabel, Tijuca e Ipanema também bateram panelas durante a exibição do programa petista.

Em Belo Horizonte, onde o presidente do PSDB estadual de Minas Gerais, Marcus Pestana, usou as redes sociais para convocar o “panelaço’, também houve queima de fogos.

Em Brasília, houve “panelaço” e “buzinaço” no zona central da cidade. Durante a exibição do programa, moradores da capital federal também soltaram rojões.

O primeiro panelaço contra Dilma ocorreu no dia 8 de março, após pronunciamento em rádio e TV, em ao menos 12 capitais. O movimento também foi convocado por meio de redes sociais e aplicativos de celular.No feriado de 1º de Maio, Dilma desistiu de falar na TV e fez um pronunciamento apenas pela internet.

No programa exibido ontem, o PT se comprometeu a expulsar dos seus quadros os filiados condenados pela Justiça por envolvimento em casos de corrupção.

Últimas de _legado_Brasil