Por victor.duarte

Distrito Federal - Um homem acusado de estuprar uma adolescente de 15 anos, no Distrito Federal,  acompanhou a vítima de mãos dadas até a casa dela dizendo que "a região era muito perigosa" logo após o crime. O estuprador, de 25 anos, foi preso nesta terça-feira. Em sua ficha criminal, o rapaz tem quatro passagens por estupros comprovados e outros três sob investigação, além de ter sido preso outras duas vezes por homicídio, roubo e furto.

Após o abuso, o estuprador e a jovem conversaram por horas e teriam trocado telefone. Segundo o delegado responsável pelo caso, o homem fez uma ligação para a vítima e ela teria levado o número para a polícia quebrar o sigilo de dados cadastrais e identificar o criminoso. O delegado afirmou que a vítima teve uma sabedoria muito grande, apesar da pouca idade.

Segundo informações da polícia, o estuprador agia sempre da mesma forma. Sempre armado, ele fazia a abordagem, anunciava o assalto, mas não levava objetos das vítimas. O homem confessou que já conhecia a garota de vista e estava monitorando os passos dela.

Você pode gostar