Por clarissa.sardenberg

Brasília - O ministro do esporte, George Hilton (PRB), fez duas nomeações muito polêmicas recentemente, uma inclusive, já levou a um pedido de exoneração do cargo. A ex-miss Brasil nos Estados Unidos Cibele Mazzo Nogueira agora é assessora da Secretaria Nacional de Futebol e Direitos de Defesa do Torcedor, publicou o Diário Oficial na última segunda-feira. A jovem de 18 anos Waleska Bondade Lima foi nomeada coordenadora de Infraestrutura da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento no dia 17 abril, mas após polêmica pediu exoneração do cargo na tarde desta quarta-feira.

Waleska cursa apenas o primeiro ano de faculdade e é filha do pastor Wagner Lima, da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual George Hilton é pastor licenciado, segundo o Uol Esporte.

Waleska é filha do pastor da Universal Wagner Lima%3B Ex-miss Cibele Mazzo Nogueira Reprodução Internet

Não inclusas bonificações e verbas indenizatórias, o salário de Waleska seria de R$ 4.700. Já a ex-miss irá receber salário de R$ 8.554,70. Ela é formada em Administração e foi contratada na cota do secretário Nacional Rogério Hamam (PRB-SP).

O pastor Wagner Lima também teria ligações com Julio Ribeiro (PRB), ex-secretário de Esporte do DF, atualmente deputado distrital e amigo de Hilton.

O ministro nomeou 13 pessoas ligadas ao partido ou à Igreja Universal. Em sua defesa, o Ministério do Esporte alegou que "não contabiliza a que partido político são filiados seus funcionários, nem ao PRB nem a qualquer outro".

Você pode gostar