Por victor.duarte

Paraná - Presos na 11ª fase da Operação Lava, no mês passado, três ex-parlamentares foram denunciados pelo Ministério Público Federal por crimes relacionados à Petrobras, nesta quinta-feira, em Curitiba. Os denunciados são André Vargas, Pedro Corrêa e Luiz Argôlo, todos ex-deputados federais acusados de corrupção e desvios financeiros. Além deles, outras 12 pessoas, ligadas aos ex-parlamentares, receberam denúncias da promotoria, protocoladas na Justiça Federal nesta quinta-feira.

As denúncias seguem agora ao juiz Sérgio Moro, a quem cabe a escolha de acatá-las ou não. Se aceitá-las, os denunciados se tornam réus na Justiça. Em março, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a abertura de 28 inquéritos para investigar 47 políticos suspeitos de envolvimento no esquema de desvios na Petrobras, desmantelado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal.

André Vargas (esquerda), Luís Argôlo (centro) e Pedro Corrêa (direita) denunciados pelo Ministério Público FederalAlan Sampaio/iG / Agência Câmara / Agência Brasil

A promotoria dividiu os denunciados em três núcleos, cada qual ligado a um dos ex-deputados. O núcleo de Vargas, cujo mandato de parlamentar foi cassado em dezembro passado, devido ao envolvimento com o doleiro Alberto Youssef – peça-chave na investigação da Polícia Federal –, é composto por Leon Dênis Vargas Ilário, Milton Vargas Ilário e
Ricardo Hoffmann.

Acusado de ser o responsável por manter Paulo Roberto Costa – outra peça-chave na investigação – na diretoria de Abastecimento da Petrobras entre 2004 e 2012, Argôlo teve incluído em seu núcleo Alberto Youssef, Rafael Ângulo Lopes e Carlos Alberto Costa. O ex-deputado do PP teria recebido vantagens financeiras por sua função em ao menos dez oportunidades e ainda é investigado, além de vantagens financeiras, de ter sido operador no esquema, devido à sua proximidade de Youssef.

Já o núcleo de Pedro Corrêa, condenado por desvios no processo do mensalão e apontado como receptor de R$ 5,3 milhões em propinas de Paulo Roberto Costa, é formado por Ivan Vernon, Márcia Danzi, Aline Corrêa, Alberto Youssef, Rafael Ângulo Lopes e Fábio Corrêa.

Você pode gostar