Por paulo.gomes

Rio - Depois de passar um ano e dois meses preso, o delator do esquema do Mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), foi solto neste sábado para cumprir o resto da pena em casa. Com planos de voltar a exercer a advocacia e evitando falar sobre política e a Operação Lava Jato, ele deixou o Instituto Penal Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, bem-disposto, com uma aparência saudável, e afirmou que se tornou “uma pessoa melhor”.

Após a liberdade, Jefferson dirigiu seu carro modelo Corolla da Toyota até o apartamento que alugou em um dos condomínios mais luxuosos da Barra da Tijuca, o Golden Green. O aluguel do local custa cerca de R$ 8 mil e o condomínio R$ 2 mil. Como primeira refeição, ele pediu almoço em casa, em um restaurante japonês, para quatro pessoas — ele, a noiva Ana Lucia Novaes, a filha e deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) e um assessor. Preço: R$ 500, pagos em espécie com notas de R$ 100.

Jefferson deixou o presídio ao lado da noiva Ana Lucia Novaes%2C com quem se casa em 29 de maioMauro Pimentel / Agência O Dia

Condenado a sete anos e 14 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-deputado cumprirá o restante da pena em regime aberto. Entre as restrições, ele deverá estar em casa a partir das 20h, não poderá frequentar bares e terá que comparecer uma vez por mês à Vara de Execuções Penais.

Impedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de fazer comentários sobre política, Jefferson sinalizou ter informações sobre a Lava Jato, escândalo de desvio de dinheiro da Petrobras. “Está aqui, mas eu não posso falar”, disse Jefferson, levando as mãos ao pescoço, como se estivesse entalado, ao ser perguntado sobre o esquema.

Sobre os seus novos planos, Jefferson declarou que pretende ser promovido no escritório de advocacia em que trabalha de segunda a sexta-feira, no Centro. “Trabalho como auxiliar de escritório, mas quero ver se começo a advogar um pouquinho, se eu posso avançar como consultor e colocar na prática o que eu sei fazer”, disse.

O aluguel do condomínio de luxo onde Roberto Jefferson vai cumprir o restante da pena custa aproximadamente R%24 8 milMauro Pimentel / Agência O Dia

Nos primeiros dias fora da cela, o presidente de honra do PTB afirmou que quer aproveitar para “namorar muito” a sua noiva, com quem se casará no próximo dia 29, em Três Rios.

No final da entrevista, Jefferson se emocionou ao comentar do tempo passado na prisão. “Tive tempo de ler, de conhecer o sofrimento das pessoas que passam por isso”, afirmou, chorando, após relatar que passou por oito infecções intestinais na prisão, apesar de ter sido muito bem tratado. Em 2012, ele passou por cirurgia para retirar tumor no pâncreas. Perdeu 20 quilos em dois anos.

Você pode gostar