Dilma sanciona MP que libera construção de shopping na Câmara

Artigo aprova a construção de mais prédios no complexo da Câmara para abrigar gabinetes parlamentares, uma espécie de 'shopping' com lojas, restaurantes e um estacionamento

Por O Dia

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff sancionou a Medida Provisória 668 que eleva os tributos sobre produtos importados, mantendo assim o cancelamento de multas à entidades religiosas e a construção de um shopping na Câmara dos Deputados. As multadas da Receita Federal atingem 178 instituições de várias religiões, algumas passam dos R$ 200 milhões.

Os dois itens foram mantidos sem cortes na nova lei assinada pela presidenta, e publicada em uma edição extraordinária desta segunda-feira do Diário Oficial da União.

Na emenda foi mantida a realização de Parcerias Público Privadas (PPP) pela Câmara e o Senado. O artigo aprova a construção de mais prédios no complexo da Câmara para abrigar gabinetes parlamentares, uma espécie de "shopping" com lojas, restaurantes e um estacionamento subterrâneo com 4,4 mil vagas. O valor total da obra é estimado em R$ 1 bilhão.

Entretanto, Dilma vetou outras emendas incluídos pelos deputados na proposta do governo. Como por exemplo uma que criava um programa de refinanciamento de dívidas de empresas que estão em recuperação judicial.

Os trechos aprovados foram criticados pelos senadores por não possuírem conexão direta com o teor original da medida provisória, que trata do aumento de tributos sobre produtos importados.

Últimas de _legado_Brasil