Milhares cantam na despedida ao sertanejo Cristiano Araújo

Morte comove fãs, que lotam o Palácio da Música, onde ele e a namorada são velados em Goiânia

Por O Dia

Goiás - Milhares de pessoas enfrentaram fila ontem para se despedir, no Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, do cantor sertanejo Cristiano Araújo, de 29 anos. O corpo dele e da namorada, Allana Moraes Coelho, 19, chegaram às 18h20, quando já era grande a concentração de fãs.

Cristiano Araújo e namorada%2C Allana MoraesReprodução Internet

Logo que os caixões chegaram, houve cerimônia fechada, apenas com parentes e amigos. Em seguida, as portas foram abertas para os fãs, que, do lado de fora, cantavam músicas que marcaram a carreira do cantor. O enterro está marcado para as 11h de hoje no Jardim das Palmeiras, em Goiânia.

O casal morreu por volta das 3h15 de ontem quando o carro em viajava, uma Land Rover, saiu da pista e capotou no canteiro central da BR 153, entre Goiatuba e Morrinhos. O empresário de Cristiano, Víctor Leonardo, e o segurança, Ronaldo Miranda Ribeiro, que dirigia o veículo, sofreram ferimentos leves e foram liberados.

Na hora do acidente, o grupo voltava de Itumbiara, onde Cristiano fizera show na noite anterior, para Goiânia. O cantor e namorada estavam no banco de trás.

Com o impacto da capotagem, Allana foi lançada para fora do veículo e morreu na hora. Cristiano também foi arremessado para a frente e sofreu politraumatismos.

Ele foi levado inicialmente para o Hospital Municipal de Morrinhos. De lá, foi transferido em um helicóptero com UTI para o Hospital de Urgências de Goiânia, onde morreu no início da manhã, de hemorragia interna, segundo os médicos.

De acordo com policiais rodoviários que estiveram no lugar do acidente, nem Cristiano nem Allana usavam cinto de segurança. Pela forma como o motorista perdeu a direção e atravessou a pista, há suspeita que tenha dormido ao volante.

MÚSICO DESDE CRIANÇA

Nascido em 24 de janeiro de 1986, em Goiânia, numa família de músicos, Cristiano Araújo ganhou seu primeiro violão quando tinha 6 anos e logo aprendeu a tocá-lo. As apresentações para o público começaram logo depois, aos 9 anos. Com 10, compôs sua primeira canção e, aos 13, gravou um CD.

O sucesso começou em 2011, quando gravou um CD e um DVD com a participação de grandes nomes da música sertaneja, entre eles Jorge, que faz dupla com Mateus), Gusttavo Lima e Humberto e Ronaldo. No disco, Cristiano gravou, em dupla com Jorge, a canção ‘Efeitos’, que o tornou nacionalmente conhecido.

A partir daí, desenvolveu carreira solo com shows pelo Brasil. Ontem, ele faria espetáculo na festa junina de Caruaru, em Pernambuco, e no sábado se apresentaria em Fortaleza, no Ceará.

Últimas de _legado_Brasil