Empresário suspeito de ordenar a morte do próprio funcionário é preso

Na casa do acusado foram encontradas várias armas e munições sem registros

Por O Dia

Paraíba - Um empresário de 39 anos foi preso, na manhã desta quinta-feira, por suspeita de planejar e ordenar a morte do próprio funcionário. Na operação batizada de "Rede de Aço", agentes cumpriram um mandado de prisão e prenderam o acusado em casa, na cidade de São Bento, a 434 km de João Pessoa. 

Na casa do acusado foram encontradas várias armas e munições sem registrosDivulgação / Polícia Civil da PB

Segundo informações da polícia, a suspeita sobre o empresário iniciou-se quando um dos seus funcionários foi morto a tiros em abril deste ano. "O jovem foi assassinado em um lixão da cidade com quatro tiros. A vítima trabalhava para o empresário e teria roubado dinheiro, cheques e um aparelho celular dele durante uma entrega de material”, disse a delegada Patrícia Forny, chefe da 18ª DSPC de Catolé do Rocha.

A investigação da Polícia Civil indica que o acusado além de ter planejado a morte do jovem por conta do roubo, também formeceu a arma ultilizada no crime. "Acredita-se que o empresário além de mentor do delito, também forneceu meios e armas para a execução do assassinato”, disse a delegada em nota divulgada pela polícia.

Além do empresário, dois ajudantes dele também foram presos, acusados de terem executado o assassinato. Na casa do acusado também foram encontradas várias armas e munições sem registros. Os presos foram encaminhados para presídios na região.


Últimas de _legado_Brasil