Polícia investiga morte de segurança do cantor Leonardo

Vítima foi atingida por oito tiros ao reagir uma tentativa de assalto

Por O Dia

Goiânia -  Policiais da Delegacia Estadual de Invetigação de Homícidios de Goiâna (DEIH) investiga se foi latrocínio ou homicídio a ação que matou com oito tiros Marco Antônio Rezende, de 41 anos, que trabalhava como segurança do cantor sertanejo Leonardo.

Segundo informações da polícia, a primeira suspeita seria a que Marco Antônio teria reagido a uma tentativa de assalto neste domingo, em Vila União, em Goiâna. Ele foi abordado quando saía de uma feira local por dois homens e uma mulher, que tentaram roubar sua corrente de ouro. Ao reagir a ação, a vítima foi atingida no tórax, no abdômen e nas pernas. 

Ainda de acordo com a polícia, a vítima chegou a ser atendida por uma ambulância do Samu, mas faleceu pouco antes de chegar ao hospital. Os criminosos fugiram levando a arma, a carteira e outros pertences do segurança.

Marco Antônio trabalhava como segurança e motorista do cantor LeonardoReprodução Facebook

Marco Antônio trabalhava como motorista e segurança do cantor Leonardo e estava de folga no dia do crime. Ele também atuava na equipe de seguranças da dupla sertaneja formada pelos primos Pedro e Thiago, filhos de Leonardo e Leandro.

No seu perfil do Instagram, o cantor Pedro, da dupla com Thiago, comentou a morte do segurança, que trabalhou com os dois. "Morreu assassinado ontem meu grande amigo, Marquim. Trabalhou muito tempo com meu primo Thiago. A violência está terrível em qualquer lugar do Brasil. Descanse em paz, meu amigo! Que Deus conforte o coração de sua família!", escreveu Pedro. O cantor Thiago também lamentou o ocorrido. "Vai fazer muita falta, Marquin Barui! Difícil acreditar! Vai com Deus!", disse o sertanejo na rede social.

O cantor Pedro%2C da dupla com Thiago%2C lamentou a morte do segurança no seu perfil do InstagramReprodução Instragram

A polícia ainda não tem nenhuma informação sobre os suspeitos. O corpo do segurança deve ser sepultado nesta segunda-feira, na capital goiana. No entanto, o local e o horário do sepultamento ainda não foram divulgados.

Últimas de _legado_Brasil