Dois suspeitos de linchamento que acabou em morte são identificados

Cleidenilson Pereira da Silva foi amarrado em um poste, em São Luís, para levar chutes e pedradas

Por O Dia

Maranhão - Dois suspeitos de participarem do linchamento de Cleidenilson Pereira da Silva, de 29 anos, no bairro Jardim São Cristóvão, em São Luís, no Maranhão, foram identificados. A agressão que resultou na morte de Cleidenilson, que havia tentado assaltar um bar, ocorreu nesta segunda-feira. Segundo o delegado Jeffrey Furtado, ao "O Estado", foi encontrado sangue nas maçanetas de residências próximas ao local do crime e os donos das casas convocados a prestar depoimento.

A Delegacia de Homicídos de São Luís ainda investiga a participação de mais pessoas no crime bárbaro. A polícia faz novas diligências no local nesta quarta-feira. Os responsáveis pelo espancamento serão indiciados por homicídio doloso (quando há intenção de matar) qualificado, pois a vítima não teve como se defender.

Saiba: Suspeito é amarrado em poste e apanha até morrer de populares

Homem foi linchado até a morte por populares em São Luís, no MaranhãoDivulgação

Cleidenilson teve pés, mãos e quadril amarrados a um poste e as roupas arrancadas. Ele levou chutes, pedradas e garrafadas e acabou morrendo por uma hemorragia.

"Não é porque uma pessoa é traficante, homicida, seja o que for, que a população pode, usando suas próprias razões, matá-la. Isso é totalmente contra a lei. As pessoas que participaram deste fato são passíveis de responder pelo crime de homicídio", afirmou o delegado Furtado.

Um adolescente, que teria 16 anos, que era cúmplice Cleidenilson no assalto também foi agredido por moradores, que imobilizaram a dupla. O rapaz foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente Infrator e liberado após depoimento. Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38.

O corpo de Cleidenilson está no Instituto Médico Legal (IML) de São Luís. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Últimas de _legado_Brasil