Por felipe.martins

Brasília - O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, afirmou que o julgamento das contas do governo Dilma Rousseff no Tribunal de Contas da União (TCU) deve ser de forma “técnica”. O órgão julgará as contas referentes a 2014 e aponta a existência de “pedaladas fiscais”, manobras usadas para maquiar as contas públicas. “Quem faz o debate político é o Congresso Nacional”, afirmou.

A oposição espera o resultado do julgamento do TCU para tentar entrar com processo de impeachment contra a presidenta Em entrevista no Palácio do Planalto, Adams afirmou que governo está “absolutamente confiante” na aprovação das contas pelo TCU. “O governo está absolutamente confiante. Principalmente porque baseia seu entendimento em análises técnicas, consistentes e desenvolvidas por todos os órgãos do governo que procuraram responder aos questionamentos feitos pelo TCU”, afirmou ele.

O prazo para o envio das respostas ao Tribunal termina na quinta-feira.

Você pode gostar