Por marcelle.bappersi

São Paulo - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sofreu um "tuitaço" durante a tarde desta sexta-feira. A hashtag #CunhaNaCadeia chegou a ocupar a segunda colocação nos Trending Topics mundiais da rede social e, às 20h30,era líder entre os assuntos do Brasil.

O protesto dos internautas foi motivado após o parlamentar ser citado em delação premiada na Operação Lava Jato pelo consultor da Toyo Setal, Júlio Camargo, como destinatário de US$ 5 milhões referentes a propina. Além disso, Cunha anunciou também oficialmente o rompimento com o governo federal. 

Internautas fazem protesto nas redes sociaisReprodução Internet


O tuitaço manteve a hashtag %23CunhaNaCadeia em segundo lugar nos Trending Topics mundiais da rede socialReprodução Internet

Mini panelaço

O panelaço durante o pronunciamento de Cunha, que discursou em rede nacional às 20h25, se confirmou. No entanto, ocorreu sem a força do realizado contra a presidente Dilma Rousseff em março.

Os maiores focos foram em locais de classe média alta das principais capitais. Bairros da zona sul do Rio de Janeiro, a região da Avenida Paulista, em São Paulo, e a Asa-Norte, em Brasília, foram alguns dos lugares nos quais se observou maior barulho de panelas.

Você pode gostar