Polícia realiza operação para combater roubos a caixas eletrônicos no Paraná

A operação Paternon visa prender as duas quadrilhas responsáveis pela explosão de 16 terminais eletrônicos e assaltos em São Paulo.

Por O Dia

Paraná - Agentes das polícias Civil e Militar realizam, nesta segunda-feira, uma operação para desarticular duas quadrilhas especializadas em explosões e arrombamentos de caixas eletrônicos no Paraná. Estão sendo cumpridos 24 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão no municípios São Carlos do Ivaí, Tamboara, Mirador, Paraíso do Norte, Iretama, Quinta do Sol, Douradina, Jussara, Corumbataí do Sul e Araruna.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, foram cumpridos 21 mandados de prisão e 19 pessoas foram presas. Os policiais apreenderam um fuzil, uma pistola 9 milímetros, uma pistola calibre 45, uma máscara de gás, munições, colete à prova de balas, R$ 3 mil em espécie e 16 veículos.

Ainda segundo a Civil, três criminosos morreram após reagirem à prisão e trocarem tiros com os policiais durante a operação, que envolveu mais de 170 agentes. As mortes aconteceram nas cidades Cianorte, Umuarama e Campo Mourão. 

Antes desta operação, outros treze integrantes da quadrilha já tinham sido presos, dentre eles o suspeito de comandar o grupo, detido por roubar um carro em Curitiba em março deste ano.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), as investigações da operação Partenon começaram em março deste ano, e visavam prender as duas quadrilhas responsáveis por explodir 16 caixas eletrônicos nos últimos meses. Elas também estão envolvidas em assaltos nas cidades de Serra Boa e Urupês, em São Paulo.

Reportagem de Marcelle Bappersi

Últimas de _legado_Brasil