Mulher envenena filha de um ano e oito meses e depois se arrepende

Para a polícia, ela disse que tentou matar a filha e se suicidar depois que o marido saiu de casa.

Por O Dia

Bahia - Uma mulher foi presa na manhã deste domingo após envenenar a filha de um ano e oito meses, no Bairro Juca Rosa, em Eunápolis, Bahia. Daniela Albertino Santos, de 20 anos, deu veneno de rato para a filha depois de se desentender com o parceiro.

De acordo com polícia, Daniela se desesperou ao ver a criança se contorcendo de dor no estômago após ingerir o veneno. Ela chamou um táxi e levou a menina para o Hospital Regional. Na unidade, a assistência social acionou a polícia e a mulher foi presa em Flagrante. O estado da criança é estável.

Segundo a Delegada Valéria Fonseca Chaves, da Coordenadoria Regional de Polícia (COORPIN), a presa contou que deu o raticida para a filha e depois tentou se suicidar, mas se arrependeu em seguida. Ela cometeu o crime depois o marido romper a relação. "Ela não consegue falar, só chora. Ela disse que se arrependeu depois de ver o sofrimento da filha", explicou.

Ainda segundo Fonseca, até o fechamento desta matéria, o marido não tinha sido ouvido. Daniela é acusada de homicídio qualificado, e a pena para este crime é de 12 a 30 anos de prisão. Como não houve morte, ela pode pegar pena reduzida. "O juiz determinará a pena que ela terá de pagar, já que a criança não morreu", disse.

Últimas de _legado_Brasil