Por marcelle.bappersi

Mato Grosso do Sul - Um homem de 52 anos foi preso, nesta terça-feira, após ser acusado de aliciar uma menina de 9 anos, no município de Jardim Noroeste, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O catador de materiais recicláveis Vilmar O. L. chegou a se masturbar diversas vezes na frente da criança, que é sua vizinha.

De acordo com a polícia, com medo do pai reagir negativamente contra o vizinho, a garota decidiu desabafar sobre os abusos para uma amiguinha da escola. A outra menina tinha o telefone da mãe da vítima e ligou contando o que estava acontecendo. Os pais da criança foram até a delegacia e registraram a queixa na tarde desta segunda-feira.

Segundo o site Midiamax, revoltados com com a história, os moradores do bairro agrediram o catador. Ele foi espancado e teve parte do cabelo raspado. Na manhã desta terça, ele foi trabalhar e ao se apresentar com diversos machucados, o patrão desconfiou e acionou a polícia. O suspeito fugiu do local, mas foi encontrado em uma casa abandona no Conjunto Residencial Mata do Jacinto.

Na delegacia, Vilmar confessou o crime e afirmou que cometeu o ato em "um momento de besteira". Segundo as irmãs da menina, uma de 15 anos e outra de 16, o suspeito, que mora apenas com uma filha, teria feito uma proposta para que elas cuidassem das roupas dele, mas as adolescentes rejeitaram.

A polícia vai investigar a possibilidade dele ter cometido abusos contra a própria filha. Ele foi encaminhado à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e vai responder por aliciamento de menores.

Você pode gostar