Por felipe.martins

Brasília - Integrantes do Movimento Sem Terra (MST) invadiram nesta segunda-feira o prédio do Ministério da Fazenda, em Brasília. Segundo a Polícia Militar, cerca de 500 pessoas participam da manifestação por mais verbas para a reforma agrária e contra o ajuste fiscal promovido pelo governo de Dilma Rousseff. Os manifestantes estão acampados no saguão de entrada do edifício e afirmaram que vão ficar no local até que sejam atendidos por algum representante do governo.

De acordo com o coordenador nacional do MST, Alexandre Conceição, o contingenciamento de verbas do governo retira recursos que poderiam ser investidos na reforma agrária. O MST estima que a verba destinada a reforma agrária caiu de R$ 3,8 bilhões para R$ 1,6 bilhão.

“O primeiro mandato Dilma foi um dos piores para a reforma agrária e agora está indo no mesmo ritmo por causa do ajuste fiscal neoliberal imposto por Joaquim Levy”, disse. “Pode fazer ajuste fiscal sim, mas taxando grandes fortunas, por exemplo, e não impactando as famílias mais pobres.”

Você pode gostar