Morte de modelo famosa nos anos 90 será investigada pela polícia

Falecimento de Rosângela Caetano Silva, morta em um incêndio, foi classificado como 'caso a esclarecer'

Por O Dia

Rosângela foi encontrada morta em sua casa após incêndio Divulgação

Campo Grande - As causas do incêndio que matou Rosângela Caetano Silva, de 48 anos, ainda terão que ser esclarecidas pela polícia. A modelo famosa nos anos 90 por ilustrar quatro capas da revista Playboy faleceu na última segunda-feira durante um incêndio em sua residência no Jardim Noroeste, região leste de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

O incidente aconteceu por volta das 22h30, na Rua Urupes. Rosangela foi encontrada atrás da porta de entrada. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu conter o fogo. Segundo o irmão da modelo, Eryn Matson Caetano, ela fazia tratamento psiquiátrico após o falecimento do marido, há dois anos.

O corpo de Rosângela foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). Depois, ela foi velada na tarde desta terça-feira, na Funerária Campo Grande, localizada no Bairro São Francisco. Já o sepultamento, foi no Jardim das Palmeiras, às 17h. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário ( Depac) como "morte a esclarecer".

Últimas de _legado_Brasil