'Perder um filho é uma dor sem fim', diz Alckmin à família de Eduardo Campos

Caçula do tucano morreu há quatro meses em acidente aéreo; ex-governador pernambucano faria 50 anos nesta segunda

Por O Dia

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), fez um dos discursos mais emocionados durante homenagem ao aniversário de Eduardo Campos - se vivo, o pernambucano completaria 50 anos nesta segunda-feira.

O líder tucano, que perdeu o filho caçula em um acidente de helicóptero, falou à família de Campos - a mãe Ana Arraes, o irmão Antônio, a viúva Renata e os cinco filhos. "A família unida é que dá força para superar a dificuldade. Perder um filho é uma dor sem fim. Mas a certeza que os nossos filhos estão nos braços de Jesus é que nos faz caminhar", disse.

Alckmin também fez um afago no PSB, partido que organizou a homenagem e do qual faz parte seu vice, Marcio França. "O Brasil precisa muito do PSB, do seu ideário, dos seus talentos. Eduardo Campos liderava não só por obrigação, mas porque conquistava. Não como uma coruja de mau agouro ou uma Cassandra do apocalipse."

Últimas de _legado_Brasil