Suspeito de esfaquear palhaço diz que não suportava mais ser assediado

Adolescente contou que sofria assédio sexual do palhaço há cerca de quatro meses e, por isso. matou o artista

Por O Dia

Paraíba - Um adolescente de 17 anos é suspeito de matar um palhaço na cidade de Patos, Sertão paraibano. Segundo a Polícia Civil, o jovem alegou que não suportava mais ser assediado sexualmente por Gene Flávio Bezerra, de 38 anos, conhecido como Palhaço Paixão e, por isso, esfaqueou até a morte o homem. O crime aconteceu na última segunda-feira.

O adolescente disse que não aguentava mais ser assediado pelo palhaçoReprodução/ TV Paraíba

De acordo com o delegado adjunto da Delegacias de Homicídios de Patos Gaudência Neto, o suspeito marcou um encontro com a vítima em uma praça pública. Os dois foram juntos para a casa do palhaço, e lá o adolescente golpeou o artista circense. O jovem foi apreendido em flagrante logo após o crime. "Ele contou pra nós que estava sofrendo assédio do palhaço há cerca de quatro meses e não aguentava mais. Ele foi ao encontro da vítima e o esfaqueou", explicou à TV Paraíba.

Ainda segundo o delegado, o garoto disse que levou o celular do Palhaço Paixão para que ele não procurasse socorro e depois aplicou vários golpes de faca no tórax da vítima, que foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta terça-feira. O delegado afirmou que a família do garoto não sabia do caso.

Últimas de _legado_Brasil