Manifestantes se concentram em frente ao Instituto Lula em São Paulo

O grupo chegou ao instituto, por volta das 13h, em ato de defesa ao governo Dilma e para contrapor as manifestações que acontecem em diversos pontos do país

Por marcelle.bappersi

São Paulo - Manifestantes se reuniram, no início da tarde deste domingo, em frente ao Instituto Lula, no bairro Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo, para o ato em defesa da democracia. Os protestantes chegaram ao Instituto, por volta da 13h, vestindo blusas vermelhas para fazer um contra-ponto às manifestações que ocorrem na Avenida Paulista, desde oinício da manhã.

Manifestantes fazem concentração em frente ao Instituto Lula (Marcelo Camargo/Agência Brasil)Marcelo Camargo / ABR

O ato terá atividades culturais, apresentação da escola de samba Colorados do Brás, música, debate e comidas típicas. Segundo Adi dos Santos Lima, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no estado de São Paulo, os manifestantes querem mostrar o repúdio ao ataque, ocorrido no último dia 30, quando uma bomba caseira foi lançada no prédio do instituto.

Manifestantes estão acampados, em frente ao instituto, desde a última segunda-feira (10). “Queremos deixar um recado muito claro para essa gente que não aceita a democracia no país como um regime. Não vamos abrir mão da liberdade de ir e vir, da liberdade de expressão. O atentado ao instituto foi um atentado à democracia”, disse Adi.

Manifestantes se reúnem em apoio ao governo DilmaAgência Brasil

Além da CUT, participam do ato o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo (Apeoesp), o Sindicato dos Bancários, o Sindicato dos Químicos e movimentos sociais.

“Esse ato tem uma simbologia muito grande, queremos refletir sobre a conjuntura econômica, política e social que estamos vivendo no país. E nada melhor que fazer esse contraponto com aqueles que querem dar um golpe no regime democrático, no resultado das eleições de 2014”, afirmou Adi.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia