Cristiane Brasil não quer saias e decotes

Deputada quer código de roupas para a Câmara

Por O Dia

Rio - Em meio ao turbilhão político e econômico do país, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) quer definir como as pessoas devem se vestir para ir à Câmara. Pela medida, que será discutida pela bancada feminina, decotes, saias curtas serão proibidas para todos, como forma de equiparar as regras existentes para os homens. “A gente tem que tratar todos os assuntos na Câmara. É um código de vestimenta geral. Havia uma discrepância, já que homens são obrigados a usar gravata, e as mulheres podem vir como quiserem”, explicou a parlamentar.

Cristiane: mudança no Regimento da Câmara sobre vestimentasBruno de Lima

Segundo ela, o projeto foi debatido com 90% das mulheres da Câmara, além das servidoras da Casa. “Se nós buscamos sempre estar em situação de igualdade com os homens, precisamos de uma Câmara reorganizada. A sociedade quer uma nova postura”, disse ela, que também prevê a possibilidade de que as mulheres possam trocar o salto alto por tênis confortáveis no dia a dia do Legislativo.

Para a deputada Maria do Rosário (PT-RS), a proposta de Cristiane Brasil pode afastar o público da Câmara, como movimentos sociais, que ocupam as galerias para fazer votações e podem ter suas presenças cerceadas. “É preciso se cumprir determinadas regras, mas se isso é para todas as pessoas que visitam a Câmara, deveríamos flexibilizar. Para que gravata? Quem é que vai medir o cumprimento das saias? O que deve haver, sobretudo, é bom senso das pessoas”, declarou a parlamentar.

Últimas de _legado_Brasil