Por bferreira

Pará - A Justiça do Pará deu ontem liminar que permite o guitarrista Chimbinha se apresentar hoje em show da Banda Calypso, em Palmas. Ex-marido de Joelma, o músico estava proibido pela Justiça de se aproximar da cantora.

Chimbinha estava proibido de chegar a menos de 100 metros de JoelmaAg. News

Nota divulgada ontem pela assessoria do guitarrista informa que a presença de Chimbinha no show hoje vai depender de passagem aérea ou de frete de um jatinho para Palmas. Joelma reagiu, segundo assessores, de “forma profissional” ao saber da suspensão da liminar que proibia Chimbinha de chegar a menos de 100 metros dela. Joelma pretende seguir carreira solo a partir de janeiro de 2016.

Na última quarta-feira, Joelma registrou boletim de ocorrência em uma delegacia da Grande Belém, alegando que se sentia ameaçada pelo ex-marido.O caso foi encaminhado para a Divisão Especializada em Atendimento à Mulher da Polícia Civil, que solicitou medidas de proteção para a cantora.

Segundo a assessoria de Chimbinha, a liminar dada ontem pela Justiça do Pará também garante que o guitarrista possa ensaiar e participar de todas as atividades da Calypso. 

No despacho, o desembargador Ronaldo Marques Valle argumentou que Chimbinha assinou diversos contratos para a realização de shows com a Banda Calypso, e sua ausência nas apresentações poderia ser considerada quebra de contrato.

Joelma e Chimbinha se separaram no dia 19 de agosto. Dias depois, a cantora registrou boletim de ocorrência e relatou não querer mais viver com Chimbinha. Motivo: o guitarrista a traiu publicamente e, por isso, ela entrou com pedido de divórcio. Em depoimento, Joelma contou que o ex-marido a persegue ligando para as suas empregadas domésticas e pessoas próximas.A cantora disse ainda temer pela sua integridade física. Segundo ela, o ex-marido tem histórico de violência e, inclusive, já agrediu um dançarino.

Você pode gostar