Por gabriela.mattos

Goiás - Durante um protesto contra a má infraestrutura dos trasportes públicos em Goiânia, manifestantes incendiaram e apedrejaram diversos ônibus nesta segunda-feira. O ato bloqueou por seis horas o trânsito da rodovia GO-070 e a Polícia Rodoviária Federal (PRE) estima que 400 pessoas participaram da ação.

De acordo com a polícia, seis veículos foram incendiados, enquanto 12, depredados. Os agentes informaram ainda que nove ônibus foram quebrados no início da tarde. O prejuízo teria sido de R$ 6 milhões, segundo a Metrobus.

Em nota, a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) disse que "encaminhou representantes aos pontos de conexão para  dialogar com os manifestantes". Além disso, a empresa afirmou que "defende o direito de ir e vir do cidadão com segurança e repudia o fechamento da rodovia e atos de vandalismo contra o patrimônio público, como a depredação e destruição de ônibus, que prejudicam o acesso ao transporte público e colocam em risco a vida das pessoas”.

Já a Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC), responsável pela operação, ressaltou que apenas a Metrobus, empresa proprietária do ônibus incendiado, vai se pronunciar.


Você pode gostar