Justiça condena dupla que matou jovem por causa de R$ 7

Acusados eram proprietários de um restaurante no Guarujá e eles teriam dado golpes de faca na vítima, que morreu no local

Por O Dia

São Paulo - O Tribunal do Júri de Guarujá condenou nesta sexta-feira uma dupla acusada de matar o estudante Mario dos Santos Sampaio, de 22 anos, por causa de uma discussão relacionada a uma diferença de R$ 7 na conta de um restaurante da cidade. O dono do estabelecimento, José Adão Pereira Passos, foi condenado a 17 anos de prisão. Já o filho dele, Diego Souza Passos, recebeu uma pena de 14 anos.

Após notar a pequena diferença no preço da conta, o jovem começou a discutir com os proprietários do local. No meio da briga, um deles deu golpes de faca em Mario, que morreu no local. Segundo a polícia, os donos retiraram ainda a câmera de segurança do estabelecimento, a fim de apagar as imagens da discussão.

No julgamento, o juiz Edmilson Rosa dos Santos negou o direito aos réus de recorrerem em liberdade. “Os réus apelam presos, posto que presos vêm respondendo a todo este processo-crime e ainda permanecem válidas as premissas que fulcraram suas prisões preventivas, havendo que se proteger a tranquilidade das testemunhas e preservação das provas e assegurar a aplicação da lei penal, evitando-se qualquer fuga do agente".

Últimas de _legado_Brasil