Por clarissa.sardenberg
Publicado 26/11/2015 11:39 | Atualizado 26/11/2015 11:47

Minas Gerais - Foi localizado na madrugada desta quinta-feira o corpo da 13ª vítima da rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, em Mariana, em Minas Gerais. Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo foi encontrado por cães farejadores, em um local de difícil acesso e entregue para a Polícia Civil para identificação.

Enxurrada de lama devastou Rio Doce em Bento Rodrigues e Mariana%2C em Minas Gerais%2C e mudou a cor da água em Regência%2C no Espírito Santo%2C onde o rio deságua no marFoto%3ACacau Fernandes/ Parceiro/ Agência O Dia

As buscas continuam na região, onde 11 pessoas ainda estão desaparecidas após o desastre ambiental. Outros quatro corpos ainda aguardam identificação.

Na tarde desta quarta-feira, familiares dos desaparecidos sobrevoaram a área atingida com o Corpo de bombeiros para apontar prováveis locais de busca. Segundo a corporação, a ação também foi feita para mostrar as "dificuldades encontradas pelas equipes em um cenário tão complexo".

Após reclamações de parentes das vítimas, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pediu, nesta segunda-feira, mais urgência nas buscas por desaparecidos e fez uma série de recomendações à Samarco e órgãos públicos.

A Vale e a anglo-australiana BHP são as donas da mineradora Samarco, responsável pela barragem Fundão, que liberou mais de 35 milhões m³ de rejeitos provocando um mar de lama nos distritos de Mariana e Bento Rodrigues, em diversas cidades, e devastando o Rio Doce.

Você pode gostar