Processo contra Chico Alencar é arquivado pelo Conselho de Ética

Representação foi apresentada por Paulo Pereira da Silva, que acusava deputado do PSOL de quebra de decoro parlamentar

Por O Dia

Chico Alencar (PSOL) foi acusado de possível quebra de decoro parlamentarABr

Brasília - O Conselho de Ética decidiu nesta quinta-feira, de forma unânime, arquivar a representação que pedia a investigação de uma possível quebra de decoro parlamentar do deputado Chico Alencar (PSOL).

O parecer preliminar foi aprovado por 16 votos a favor e nenhum contra, e o processo será arquivado caso não haja nenhum recurso no plenário.

Apresentada pelo parlamentar Paulo Pereira da Silva (SD), conhecido como Paulinho da Forçax, a representação acusava Chico de ter usado recursos da Câmara dos Deputados na sua candidatura, além de ter apresentado notas frias por serviços prestados por empresa fantasma para ser ressarcido pela Câmara.

De acordo com o relator do parecer, Sandro Alex (PPS), não encontrou provas que justificassem a continuidade do processo contra o deputado do PSOL.

Últimas de _legado_Brasil