Por gabriela.mattos
Publicado 18/12/2015 23:12 | Atualizado 19/12/2015 00:19

Brasília - Em depoimento à Polícia Federal, divulgado pelo ?Jornal Nacional?, na noite desta sexta-feira, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva destacou que não esteve ligado à nomeação de Renato Duque, Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa para diretorias da Petrobras. Ele contou que quem estava cuidando da indicação de diretores era assunto de ministros como José Dirceu. Essa afirmação contradiz o que o próprio Dirceu conta à polícia, que nunca esteve ligado com essa questão. Lula disse que Duque foi indicação do ex-ministro da Casa Civil. 

Lula disse ainda que "não soube, não autorizou e não acredita" no uso de recursos suspeitos para o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que participou de uma das campanhas dele. Segundo o ex-presidente, a sua relação com Vaccari era pequena, quando foi líder do Sindicato dos Bancários. 

Em depoimento à PF, Lula nega que tenha escolhido Duque para PetrobrasReuters

Em relação a Ricardo Pessoa, da UTC, que foi apontado como coordenador do esquema de cartel na Operação Lava Jato, Lula disse que não tinha amizade, mas teve contato com ele para organizar palestras no Instituto Lula. O ex-presidente não acredita que Pessoa tenha repassado dinheiro ilícito para Vaccari.

No depoimento, Lula disse que conheceu o empresário e pecuarista José Carlos Bumlai durante a campanha eleitoral de 2002 na fazenda dele para gravar um programa. O ex-presidente contou ainda que Bumlai ficou hospedado na Granja do Torto algumas vezes, mas não no Alvorada, mas que nunca, nem ele nem os filhos do ex-presidente pediu dinheiro ao amigo. 

Lula isentou os líderes dos principais partidos da base aliada no governo federal de ter obtido vantagens indevidas em contratos das diretorias da Petrobras. Ele diz que não crê que os principais partidos da base aliada do governo tenham, através de suas principais lideranças, obtido vantagens indevidas a partir dos contratos das diversas diretorias da Petrobras, diz trecho do depoimento do petista.

Você pode gostar