Por rafael.souza
Brasília - Foi arquivada, nessa terça-feira, o pedido de impeachment do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP). A decisão foi tomada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na noite dessa terça-feira. O pedido havia sido protocolado no último dia 5 de dezembro pelo advogado Mariel Marley Marra. O requerimento alegava que Temer havia cometido crime de responsabilidade após autorizar a abertura de crédito suplementar sem a autorização do Congresso Nacional.
Pedido havia sido protocolado em dezembro e alegava que Temer havia cometido crime de responsabilidade ao autorizar a abertura de congressoGustavo Lima / Câmara dos Deputados

Essa a segunda vez que pedido de impeachment contra o vice-presidente é arquivado por Cunha. O primeiro, apresentado pelo deputado federal Cabo Daciolo (atualmente sem partido-RJ) no dia 9 de dezembro, foi arquivado no mês mês, no dia 23.

Cunha precisa analisar ainda cinco pedidos de destituição contra a presidenta da República, Dilma Rousseff. No total, no último ano, foram apresentados 37 pedidos, sendo uma denúncia recebida, 31 arquivadas e cinco em processo de analise.